Notícia
25/09/2012 17:20h
Comandante geral do Corpo de Bombeiros ministra palestra sobre os avanços na corporação


 O Comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Fronzio Calheira Mota,  fará uma palestra nesta terça-feira (25), às 20 horas, na Associação dos Diplomados da  Escola Superior de Guerra (Adesg), localizada na Rua Milton Manoel dos Santos, 465, no Bairro Jardim Camburi, em Vitória. Ele vai  abordar  os avanços na Corporação no Espírito Santo.
 
Já foram investidos pelo Governo do Estado cerca de R$ 13 milhões na aquisição de novas viaturas e equipamentos nos anos de 2011 e 2012. Atualmente a Corporação conta com um quantitativo de 253 viaturas.

Capacidade, características das principais viaturas operacionais  do Corpo de Bombeiros Militar:

Auto Bomba-Tanque e Salvamento (24 viaturas)- com capacidade de 5 mil litros cada, seis viaturas desse modelo foram adquiridas nos anos de 2011 e 2012. Elasapresentam um modelo de compartimentação para a guarda e transporte de equipamentos para vários tipos de ocorrências, com uma bomba de alta pressão importada dos EUA, que aumenta a eficiência nos combates a incêndio com economia de água, projeto totalmente desenvolvido pelo Corpo de Bombeiros Militar.

Auto Tanque (2 viaturas)– com capacidade de 10 mil litros cada, que além de fornecer aporte extra de água pode também combater incêndios

Auto Busca Salvamento Leve (13 viaturas)- com capacidade de 700 litros de água, mais 100 litros de líquido gerador de espuma (que aumenta a eficiência de seu emprego). É uma viatura projetada após um estudo minucioso a partir do levantamento das principais ocorrências atendidas pela Corporação. A viatura tem um motor mais potente, tração nas quatro rodas, e é dotado de uma bomba de incêndio importada da Itália, que aumenta muito sua eficiência e proporciona grande economia de água. Este equipamento pode ser utilizado em lugares que não possuam redes regulares de abastecimento de água (hidrantes urbanos), pois também pode ser abastecida com qualquer fonte alternativa, como por exemplo mangueira de jardim. Além disso, possui um motor de 148 hp que o torna um veiculo mais potente e rápido para um atendimento mais ágil a ocorrências de desencarceramento, pequenos incêndios e de busca e salvamento.

Além dos investimentos em viaturas e equipamentos, estão em construção as unidades nos municípios de Cariacica, Anchieta e Guaçuí( locais que ainda não possuem unidades de bombeiros) e nos municípios de Serra e Vila Velha (já possuem unidades de bombeiros , mais ganharão quartéis novos).
 
Essas construções seguem o projeto arquitetônico padrão que é adequado aos preceitos de arquitetura sustentável, eficiência energética e qualidades social, funcional e econômica. Com uma área de 1,5 mil metros quadrados  distribuída por dois pavimentos.
 
O primeiro pavimento foi dividido em sala de instrução, recepção, almoxarifado, academia, sala de apoio e expurgo. No segundo pavimento foram construídos seis alojamentos e vestiários masculinos e femininos, sala de reunião, sala administrativa, sala de comando, refeitório e recreação e cozinha. Cada obra foi contratada a um custo médio de R$ 2,2 milhões e é gerenciada pelo Instituto de Obras Públicas do Espírito Santo (Iopes), totalizando R$ 11 milhões em instalações físicas.
 
Atualmente são onze unidades operacionais do Corpo de Bombeiros Militar distribuídas pelo Espírito Santo. Elas estão nos municípios de Vitoria, Serra, Vila Velha, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Guarapari (inaugurada em 2009), Nova Venécia (inaugurada em 2010), Aracruz (inaugurada em 2010), Linhares, São Mateus e Marechal Floriano (inaugurada em 2009).
 
Quanto à distribuição dessas unidadesde bombeiros constantes no estudo de expansão, existem parâmetros como: o número de ocorrências, número de decretações de situações de emergência, número de rodovias que cortam o município, número da população, indústrias, estabelecimentos comerciais, além do tempo resposta, que é o tempo gasto para o atendimento de uma ocorrência por uma unidade de bombeiros.
 

Com as inaugurações previstas para o primeiro semestre de 2013 das unidades de Cariacica, Anchieta e Guaçuí (14 serão os municípios que contarão com unidades operacionais), 68% da população capixaba (2,3 milhões de habitantes) terá tempo resposta médio de até 10 minutos.
 
Cabe ressaltar que se fala de tempo médio, pois existem municípios e locais que serão atendidos entre 10 a 15 minutos e outros que serão atendidos com um tempo maior, por estarem mais distantes das unidades de bombeiros. Outro ponto que merece destaque é que cada unidade operacional localizada em um determinado município atende uma região sob sua responsabilidade, que compreende outros municípios. Além disso, o CIODES  coordena o serviço de tal forma que a viatura que estiver mais próxima do lugar da ocorrência possa atendê-la no menor espaço de tempo.
 
Com o propósito de levar os benefícios da redução do tempo resposta para  outros municípios, foram assinados convênios com os município de Venda Nova do Imigrante e Santa Maria do Jetibá para instalação de  unidades de bombeiros, ficando a cargo dos municípios a doação dos terrenos para a instalação dos quartéis. Isso representa o desdobramento do planejamento estratégico do Governo do Estado, que prevê a instalação de duas novas unidades de bombeiros nesses municípios. 
 
Ainda sobre a ampliação dos serviços de bombeiros existe a Lei de Incentivo ao Voluntariado (Lei nº 9056/2010), instrumento aprovado pelo Governo do Estado que favorece a instalação de brigadas voluntárias em municípios de pequena população, para atendimento de ocorrências de pequena complexidade. Atuam também até que as unidades de bombeiros militares cheguem a esses municípios em ocorrências de maior complexidade. Esta é uma ação suplementar apoiada pelo Governo do Estado, por intermédio do Corpo de Bombeiros Militar, que fiscaliza suas atividades e já doou alguns materiais e viaturas. 
Em todas as unidades do Estado encontram-se distribuídos um efetivo total de 1.239 militares.
 
 
  
 



Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Corpo de Bombeiros Militar
Samuel Rodrigues Barboza - Tenente Coronel BM
Tel.: 3137-4434, 9946-0329
E-mail: bm5@bombeiros.es.gov.br


© 2010 Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo · Todos os direitos reservados

Rua Ten. Mário Francisco de Brito, 100, Enseada do Suá
Vitória - Espírito Santo | CEP 29.050-555
Site melhor visualizado em 1024x768 ou superior
Recomendamos o uso dos navegadores: